Desde 1984
Geral
24 de Setembro de 2021
Monlevade lança programa de desenvolvimento e libera obras no Distrito Industrial
Erivelton Braz

Evento contou com lideranças estaduais e municipais 

Com presenças de lideranças estaduais e municipais foi lançado o programa “Olhar para o Futuro”  em  João Monlevade. O lançamento  aconteceu na sede da Associação Comercial, Industrial e de Prestação de Serviços de João Monlevade (Acimon), na manhã desta sexta-feira (24). 

Durante o encontro, o prefeito, Laércio Ribeiro (PT), assinou a ordem de serviço para as obras no Distrito Industrial e os termos de cessão das áreas do local. 

O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passaglio, em seu discurso, falou em inserir João Monlevade no mapa global dos investimentos, fazendo Minas Gerais crescer a partir dos municípios, e enfatizou a queda de várias exigências legais para a instalação de empresas, facilitando o empreendedorismo.

 Segundo o secretário, desde o início da gestão de Romeu Zema (Novo), os investimentos no estado chegaram a R$136 bilhões, quando não passavam de R$11 bilhões anuais nas gestões anteriores. Já Laércio Ribeiro relembrou que, na sua primeira passagem pela Prefeitura, entre 1997 e 2000, trabalhou com a Agência de Desenvolvimento de João Monlevade (Ademon), e que a sua atual gestão é composta por seis diferentes partidos políticos. 

Os deputados estaduais Bartô (sem partido), Bernardo Mucida (PSB) e Tito Torres (PSDB) também estiveram presentes. Bartô disse estar surpreso com os esforços pelo desenvolvimento do município, dizendo que “o sucesso de vocês é o sucesso do governo”. Bernardo Mucida elogiou a união pelo Distrito Industrial, uma demanda antiga: “com um propósito definido, todos ganham”. Ele elogiou a iniciativa e frisou que o desenvolvimento regional depende de ações como essa. Já Tito Torres mencionou a luta pela diversificação da economia em João Monlevade e região e enfatizou a importância da duplicação da BR-381 e a necessidade de instalação de serviços de telefonia e internet na área do Distrito Industrial para alavancar o espaço e gerar mais empregos.
 
O vice-prefeito e secretário de Planejamento de João Monlevade, Fabrício Lopes (Avante), mencionou o trabalho para trazer uma subestação de gás ao município, incluída num investimento de R$1 bilhão a ser realizado pela . O delegado regional de Polícia Civil, Paulo Tavares Neto, relembrou a tendência de redução do papel do Estado na vida da sociedade. Já o gerente de Recursos Humanos da ArcelorMittal, Vander Neves, enfatizou a presença da Usina lado a lado na vida de João Monlevade ao longo dos últimos 86 anos. 

Presenças 

Também estiveram presentes na solenidade o presidente da Acimon, Eduardo Drumond; a diretora da unidade de João Monlevade da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg), Júnia Alexandrino; o secretário municipal de Obras, Eduardo Bastos; o procurador jurídico do município, Hugo Martins; o chefe de gabinete do prefeito, Geraldo Giovani Silva; o assessor de Comunicação do Executivo, Geraldo Magela “Dindão” Gonçalves; e os vereadores Belmar Diniz (PT), Bruno “Cabeção” (Avante), Fernando Linhares (Democratas), Gustavo Maciel (Podemos) e Marquinho Dornelas (PDT). 

Visita ao DI

Antes da solenidade, uma comitiva visitou o Distrito Industrial, que passará por uma ampla urbanização nos próximos meses. Percorreram o espaço o secretário os três deputados estaduais, os cinco vereadores e representantes da Acimon, do Sebrae, do governo estadual e empresários. O anfitrião foi o proprietário da empresa Fusão Ligas e Reciclados, Renato Silva, que ressaltou os investimentos e a confiança aplicados no espaço: “Estamos trabalhando em melhorias estruturais para fomentar nossas atividades no local, como a implantação de gás, energia solar e biomassa, gerando autossuficiência. Nossa intenção é centralizar as nossas operações aqui para gerar empregos e renda. Viabilizar nossas operações, entre elas, as siderúrgicas. Somos filhos da terra e queremos a expansão da nossa região”, afirmou.

O programa

O “Olhando para o Futuro - – 3º Eixo do Plano de Enfrentamento aos Impactos Econômicos da Covid-19” é parte de um conjunto de estratégias de reativação da economia mineira depois da pandemia, e em João Monlevade, enfocará a reestruturação do Distrito Industrial. A área, no bairro Sítio Largo, é alvo de um investimento de R$1 milhão para obras de reestruturação, que pretender atrair mais empresas para investir no espaço, gerando empregos e aumentando a arrecadação de impostos no município.

Erivelton Braz
Erivelton Braz
Erivelton Braz
Fernando Passaglio, secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico
Erivelton Braz
Erivelton Braz
Erivelton Braz
Erivelton Braz
Fernando Passaglio, secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico
Erivelton Braz