Desde 1984
Rosana Duarte de Oliveira
14 de Junho de 2019
Viajar é o melhor remédio
Viajar é tudo de bom e a gente sabe bem disso. E é o melhor remédio, mesmo que você não esteja doente. Nós sempre voltamos de uma viagem transformados. A razão para isso é que, às vezes, ficamos tão presos ao que já conhecemos que nos esquecemos de que existe um mundo lá fora, cheio de pessoas, pensamentos e culturas diferentes de nós. Temos sempre, pelo menos muitos motivos, para lembrar que viajar é tão necessário. O primeiro deles é que viajar deixa você muito mais feliz – e ainda mais inteligente. O segundo é que é uma das únicas experiências que abre a mente e mostra que o mundo é muito maior do que imaginamos.
Viajar ainda ajuda a criar boas memórias e é uma das poucas coisas que compramos e nos deixa mais ricos. E vivenciar uma nova cultura, um novo lugar, sempre vai nos possibilitar descobrir coisas novas. Visitar um lugar diferente e ter novas experiências pode transformar a sua visão de mundo e te proporcionar mais empatia com outras pessoas e culturas. Viajar é ter mais tempo para você e aumentar a autoconfiança. É conhecer novas pessoas. Não importa se você vai viajar com amigos, família, em casal ou sozinho, você vai conhecer gente nova. Porque a vida é um livro e, quem não viaja, lê apenas a primeira página, já disse Agostinho de Hipona.
Algumas informações importantes que a experiência nos ensina começam pela importância de consultar antes uma agente de viagens em estabelecimento comercial estabelecido e com histórico de bons serviços. Comprar pela internet pode parecer moderno e cômodo, mas quando surge algum problema em sua viagem, não tem preço ter uma agente de viagem na retaguarda para não tirar sua tranquilidade. Outra recomendação que nos livra de maiores problemas e despesas altas é a opção usual pelo seguro viagem, barato e com um custo benefício que sempre vale a pena, principalmente em viagens para o exterior.
Algumas décadas atrás viajar era muito caro. Hoje tem uma variedade de operadoras que oferecem milhares de pacotes em preços e facilidade de pagamento que atendem a todos os gostos e possibilidades financeiras. Pronto, agora é só decidir para onde ir, falar com seu agente de viagens e aproveitar com a segurança de que vai ter alguém para resolver qualquer situação para você. Boa viagem

()Rosana Duarte Oliveira é turismóloga.