Você está em Opinião / EDITORIAL /
Editorial
9 de fevereiro de 2018
Basta de amadorismo
“Cidade Referência”, “Capital do Fio Máquina”, “Berço da Siderurgia Nacional”, “Terra do francês”. Esses títulos e rótulos não adiantam absolutamente nada se a cidade continuar repleta de amadorismo e de ações que não vão leva-la a absolutamente lugar algum.
João Monlevade precisa voltar a ser João Monlevade. Uma cidade construída e edificada com planejamento, visão de futuro, ousadia e modernidade. Basta de entulhos nas vias. Basta de obras públicas feitas sem qualquer estudo. Basta de asfaltamentos irresponsáveis, tapando o solo a qualquer custo e sem qualquer viabilidade técnica. Na verdade, Monlevade precisa de mais profissionalismo e menos politicagem em diversas áreas.
Fala-se em alterar sentido de trânsito, mas não há qualquer estudo que comprove a necessidade ou sucesso da empreitada. Fala-se de asfaltar ruas diversas, mas não se calcula como e qual será o impacto dessas ações. Isso, apenas para citar dois exemplos.
Se por um lado, a cidade oferece cursos superiores diversos e já se transformou numa cidade universitária, pouco se aproveita a mão de obra qualificada dos estudantes. Jovens, com mente aberta e visão de futuro, eles não participam com ideias e sequer são chamados ao debate. João Monlevade perde com o achismo das velhas cabeças de sempre. Basta de amadorismo. É hora de aceitar que o novo sempre vem.
LEIA TAMBÉM
 
Publicidade
Publicidade
31 3851-1791
Av. Rodrigues Alves, nº 78, República
João Monlevade/MG
NOTÍCIAS
OPINIÃO
OPINIÃO
SOCIAIS