Ponto e Vírgula
5 de janeiro de 2018

O ano de Simone

A prefeita Simone Carvalho (PSDB) tem como maior desafio, até agora, fazer de 2018 o melhor ano da história da cidade. Pelo menos, o melhor dos últimos tempos. Isso, porque ela entra no segundo ano do mandato e tem a oportunidade de começar a cumprir o que prometeu durante a campanha eleitoral. Até porque, no primeiro ano, as promessas quase não saíram do papel. Não tem mais desculpas. A história de que o primeiro ano foi de dificuldades já ficou para trás, junto com 2017. Agora, os tempos mudaram e terminamos já a primeira semana deste ano novo.
A prefeita terminou 2017 com um enorme esforço para deixar os pagamentos em dia. Só em dezembro, a atual administração pagou cerca de R$15 milhões, entre salários, 13º e férias aos profissionais. Não foi fácil. Sobretudo, porque o governo de Minas terminou o ano devendo cerca de R$1,3 milhão ao caixa municipal, devido ao atraso de repasses no ICMS. O esforço para honrar o compromisso é sinal de que a prefeita se preocupa com a questão e que tem, a seu lado, uma equipe econômica comprometida e competente com o bem-estar do governo municipal.
Agora, o governo inicia o primeiro ano com a realidade orçamentária prevista por essa própria administração. Ou seja, se em 2017, a gestão foi baseada no orçamento deixado pelo prefeito anterior, agora, o governo tem tudo para mostrar a sua verdadeira cara e mostrar a que veio. Sabe-se que a penúria dos pagamentos por parte do governo Estadual deve continuar até o ano que vem. Mas isso não pode servir de desculpas.
A prefeita venceu o primeiro ano e provou do “doce amargo” de sentar-se na cadeira política mais importante do município. Agora, ela já sabe das dores e das delícias que o cargo impõe e precisa colocar em prática o projeto para mudar João Monlevade, mostrando o porquê e para quê foi eleita. Simpática, ela me disse em entrevista ao fim de 2017, que a população já sente o jeito Simone de Governar e que 2018 será um período de colheita. Mas ainda falta efetivar esse jeito Simone de ser. E, o segundo ano do mandato, sempre é uma ótima oportunidade para mudar a gestão para melhor. Feliz 2018

() Erivelton Braz é editor do A Notícia e fundador da Rotha Assessoria em Comunicação