Você está em Opinião / PONTO E VÍRGULA /
Ponto e Vírgula
22 de dezembro de 2017
Sem amor não há Natal
O Natal não nasceu nos Estados Unidos, numa propaganda da Coca Cola. Não nasceu nos shoppings centers, nas luzinhas do comércio ou muito menos por causa das promoções de fim de ano. O Natal nasceu em Belém. Deus enviou o seu filho como nosso maior presente. E ele renasce todos os anos, para justamente nos mostrar, que sem amor, não há Natal. Porque Deus entregou seu filho amado aos homens e o colocou no meio de nós. E não há amor maior que esse.
Por isso, agradeço. Todos os dias, eu agradeço por ser merecedor desse amor. E o Natal, vem, mais uma vez, coroar isso. Eu acredito no amor e nos milagres que ele é capaz de realizar. Afinal, todos os dias, Deus nos dá chances de sermos melhores. O amanhecer é um milagre. O trabalho, o desejo de mudanças, a nossa inteligência e força são exemplos de que Deus está conosco o tempo todo.
O menino Jesus é o melhor símbolo das promessas de Deus para nós. Ele nos renova o coração e nos ensina a renascer em simplicidade, com novos propósitos. Que deixemos Belém mais perto de nós, de preferência, dentro de nossa casa.
E para o ano novo? O momento de pensar nele é agora. É hora de repensarmos nossas atitudes, de revermos o que deu certo e o que não foi bom em 2017. E que possamos fazer isso, de olho no que, e como vamos passar 2018. O que queremos em nossas vidas?
Eu peço a Deus que 2018 seja um ano de mais amor, de mais paz e de mais entendimento e diálogos. Um ano de soluções e de menos confusões. Que sejamos sábios para vivermos plenos nos próximos 365 dias.
Eu desejo um ano com menos odiosos e mais pessoas do bem. Um ano com menos fake news e mais verdades e sabedoria. Desejo um ano “para cima”, “para o alto e avante”. Que fique para trás, tudo o que nos enterra e oprime, para que ganhemos novos ares. E sejamos melhores.
Neste Natal, eu peço a Deus que, no ano que vem, o brasileiro exerça bem a sua democracia, use com sabedoria o direito sagrado da Constituição, a bíblia da democracia, para eleger bem, aqueles que vão governar esse país imenso e tão cheio de oportunidades.
Que tenhamos uma João Monlevade melhor, do jeito que ela merece ser. Uma cidade grandiosa, inovadora, fruto do sonho de um francês que fez história. Uma cidade que produz o melhor aço do mundo, que tem empreendedores que mudam não só os seus negócios, mas a realidade local.
Que tenhamos um Médio Piracicaba mais unido e focado no desenvolvimento conjunto, das 17 cidades irmãs que se ajudam e se integram. E que, só por isso, são responsáveis por significativa parte do PIB mineiro. João Monlevade, o Médio Piracicaba, o Brasil sã bem maiores que a torcida do contra, a turma do quanto pior melhor. Que prestemos mais atenção aos que semeiam o amor. Vamos celebrar este merecido Natal e fazer de 2018 o ano da construção de uma João Monlevade e um país melhor, com mais amor.
Feliz Natal a todos
LEIA TAMBÉM
 
Publicidade
Publicidade
31 3851-1791
Av. Rodrigues Alves, nº 78, República
João Monlevade/MG
NOTÍCIAS
OPINIÃO
OPINIÃO
SOCIAIS