• Publicidade
Geral
sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Flor rara brota em quintal

Flor-Cadáver nasceu em residência do bairro República em Monlevade. Foto: Milene Miranda Uma planta rara (foto) e de cheiro inconfundível virou atração na casa da monlevadense Many Bicalho há alguns dias. A moradora da rua Marechal Deodoro, no bairro República, se deparou com uma “flor cadáver” no seu jardim. Ela diz que a planta surgiu de forma inesperada e suspeita na casa. O nome espantoso é por causa do cheiro, bem forte, muito desagradável, como se fosse de um cadáver em decomposição. O odor da planta funciona para atrair insetos, geralmente moscas, já que a planta é carnívora.
A proprietária da casa disse que nunca plantou essa flor, mas sabe que é rara. Many não sabe se vai permanecer com a planta em casa. Seu maior medo é o cheiro incomodar tanto a ponto dos vizinhos reclamarem. A planta, que tem uma esperança média de vida de 40 anos, é original da ilha de Sumatra, no noroeste da Indonésia, e sua flor só aparece 3 ou 4 vezes, pelo que tem grande relevância ao nível botânico. Many disse que sua casa está aberta para visitação dos curiosos das 13h às 18h, de segunda a sexta-feira.


Newsletter
Saiba de todas as novidades do Jornal A Notícia cadastrando em nossa newsletter.

+ Assinar newsletter

Todos dos os direitos reservados 2012
Quem somos   Expediente