Desde 1984
Polícia
21 de Janeiro de 2021
Homem aponta arma contra PM e morre baleado em Rio Piracicaba
João Vitor Simão
Arma apreendida pela Polícia
Um homem de 36 anos morreu na manhã de hoje (21) durante uma blitz em Rio Piracicaba. Segundo informações da Polícia, uma guarnição da Polícia Militar Rodoviária (PMRv) fazia uma etapa da operação Rota Segura na MG-123, na altura do bairro de Bicas, quando deu ordem de parada a um Volkswagen Gol, que seguia em direção a Alvinópolis.

De acordo com a Polícia, quando o veículo parou, os três ocupantes aparentavam estar bastante inquietos. Os dois primeiros desceram. O terceiro, de 36 anos, que estava no banco de trás, saltou do carro de arma em punho, gritando “perdeu, perdeu”, avançando contra um dos militares. O agressor chegou a atirar com seu revólver calibre .38 contra o policial, mas o cartucho falhou. Para defender-se, o militar tentou imobilizá-lo.

Um outro militar que participava da blitz, deu ordem para que o criminoso cessasse as agressões. Ele não obedeceu e o PM sacou sua arma e disparou, atingindo o ombro do suspeito. O Serviço Voluntário de Resgate (Sevor) foi chamado, mas ao chegar, o homem já estava morto.

Segundo o Major Ednilson Caldeira, comandante da 12ª Cia de Polícia Militar, todos os três tinham passagens pela polícia, e o morto tinha um mandado de prisão em aberto, por não ter voltado de uma saída temporária da prisão. Ele acumulava passagens por roubo, roubo a mão armada e furto.

Os outros dois homens que estavam no Gol, de 41 e 30 anos, foram presos. Eles alegaram que não sabiam que o homem estava armado e nem entenderam sua reação. A arma usada e as cinco munições, sendo uma delas picotada, foi apreendida. Cumprindo o procedimento para casos desta natureza, o policial que disparou também foi detido, sendo lavrado um auto de prisão em flagrante, com excludente de ilicitude. Isso é, aponta que o agente agiu em legítima defesa. Até o momento, ele está à disposição da Justiça Militar.