Desde 1984
Geral
27 de Novembro de 2020
Ocupação do CTI e aumento de casos acendem alerta com 60% dos leitos do cti ocupados, Hospital faz comunicado para que a população tome cuidados
Lorena Silvestre
O Hospital Margarida divulgou ontem (26) um comunicado pedindo à comunidade de João Monlevade que reforce os cuidados de prevenção ao coronavírus. Nesta quinta-feira, a casa de saúde estava com 60% de seus leitos ocupados no Centro de Terapia Intensiva (CTI), criado exclusivamente para tratamento da Covid-19.

O hospital dispõe de 14 leitos de enfermaria no quarto andar e 10 no CTI, todos exclusivos para tratamento da doença. No ambulatório, são cinco leitos de CTI e três de enfermaria, além de poltronas para pacientes menos graves que precisem de cuidados mais simples.

De acordo com o boletim divulgado pelo hospital às 16 horas de ontem, três pacientes estavam internados no CTI com a doença confirmada. No entanto, outras 14 pessoas estavam na casa de saúde com suspeita da doença. Dessas, oito estavam no ambulatório, outras três no CTI com a Covid-19 em investigação, e três pacientes permaneciam internados na enfermaria. Dos 17 que estavam até o fim do dia de ontem no Margarida, 14 eram residentes em João Monlevade e três em outras cidades.

No comunicado, o hospital pediu que a população evite aglomerações, higienize constantemente as mãos, mantenha o distanciamento social, use máscaras e fortaleça a imunidade. O Margarida diz ainda que não mede esforços ou recursos para atender à comunidade de João Monlevade e do Médio Piracicaba.

Mais de 80 novos casos nos últimos dias em Monlevade

De acordo com os boletins epidemiológicos divulgados pela Prefeitura de Monlevade nos últimos quatro dias, foram 83 novos casos registrados de Covid-19 entre segunda e quinta-feira (23 a 26 de novembro) no município: 12 casos na segunda, 32 na terça, 16 na quarta e 23 ontem.

O último boletim, divulgado às 18h de ontem, constava o total de 1.843 casos de coronavírus na cidade. Destes, 1.749 estão recuperados, 74 cumprem isolamento domiciliar e três estão internados no CTI do Hospital Margarida.

Até então, eram 16 mortes confirmadas e uma em investigação, referente a um idoso, de 86 anos, que estava internado no Margarida e faleceu nesta quinta-feira. Porém, após a divulgação do boletim, foi confirmada a morte do pastor Sérgio Eleotério, de 77 anos, vítima da Covid-19. Apesar do óbito ter ocorrido em Contagem, onde ele estava internado, o registro é contabilizado em Monlevade, por ser a cidade onde o pastor residia.