Desde 1984
Geral
13 de Novembro de 2020
Cresce ocupação dos leitos do Hospital Margarida por Covid-19
Lorena Silvestre
Hospital Margarida tem muitos leitos ocupados com Covid19
No início desta semana, os leitos do Hospital Margarida chegaram ao mais alto patamar de ocupação desde o início da pandemia do coronavírus. De acordo com a Casa de Saúde, até às 16 horas de quarta-feira (12), o quarto andar especial estava com dez, dos 14 leitos da enfermaria e três, dos dez leitos de CTI, ocupados com pacientes da Covid-19. Já no ambulatório, havia quatro pessoas sob observação. Estes dados comportam pacientes residentes em João Monlevade e de outros municípios.

No entanto, segundo a médica plantonista Maria Eugênia Tótola, a casa de saúde tem 10 leitos de enfermaria e estava com dez pacientes internados, totalizando 100% de ocupação. Os dados, segundo ela, foram registrados em seu plantão (de terça pra quarta).

De acordo com o boletim da Prefeitura de João Monlevade, publicado na noite de ontem (12), referente a apenas a moradores do município, há sete pessoas internadas na enfermaria do hospital e uma no CTI com a doença confirmada. Além destas, há três pacientes no ambulatório da casa de saúde, dois na enfermaria e um no CTI, com suspeita da doença e aguardando resultado de exames.

Redução

Por outro lado, na quarta-feira (11), os números da Covid-19 diminuíram o ritmo de crescimento em relação aos dois primeiros dias da semana em João Monlevade. Na segunda-feira (9) foram registrados 18 casos e, na terça-feira (10), foram 29 contaminados. Na quarta-feira (11), foram 13 novos casos, sendo sete homens e seis mulheres. A contaminação também diminuiu ontem (12), quando foram registrados sete novas contaminações.

Até o fechamento desta edição, João Monlevade registrava 1.652 casos do coronavírus, sendo quinze óbitos, sete internados na enfermaria e um no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Margarida, 73 pacientes cumprindo o isolamento domiciliar e 1.555 recuperados, uma taxa de cura de 94,12%.