Geral
5 de março de 2018

Coordenadora da Visa pede exoneração do cargo

Arquivo JAN
Lucimara anunciou sua saída da coordenação durante reunião do Conselho de Saúde

A coordenadora da Vigilância em Saúde (Visa) de João Monlevade, Lucimara Guerra, pediu exoneração do cargo na semana passada. A iniciativa se deu após a reunião da prefeita Simone Carvalho (PSDB) com secretários, assessores e servidores na última segunda-feira, dia 26 de fevereiro, na Estação de Tratamento de Água (ETA) das Pacas.
Durante a reunião do Conselho Municipal de Saúde realizada na última sexta-feira (2), Lucimara, que é conselheira, pediu a palavra e anunciou sua saída do cargo. Ela, que é servidora concursada da Visa, voltará ao seu cargo de origem. "Aproveito a oportunidade para anunciar a minha saída da coordenação da Visa. Continuo no setor, em meu cargo de origem, no qual sou efetiva. Terei, assim, mais tempo para o Conselho de Saúde", disse.
Logo após sua fala, a conselheira Jalva Ribeiro pediu a palavra e afirmou que Lucimara estaria saindo do cargo por pressões e problemas internos do governo municipal. "Ela não quer falar, mas está saindo porque não aguentava mais a pressão e também por ver coisas erradas sendo feitas na área de saúde do município. Ela não fala, mas eu falo. Lucimara é uma profissional séria e não aceitou o que acontece lá", salientou Jalva.
Lucimara não confirmou e também não desmentiu a fala de Jalva, se limitando apenas a balançar a cabeça de forma positiva, durante a fala da conselheira.