Você está em Notícia / VARIEDADES /
Variedades
13 de março de 2015
A água pede socorro
Entidades se mobilizam em campanhas de consciência

A água está em pauta em todos os noticiários deste ano de 2015. E o tema também é valorizado neste mês, em virtude do Dia Mundial da Água, celebrado no próximo dia 22. A crise hídrica, que vem atingindo vários estados do Brasil, despertou o interesse para se pensar a respeito do uso consciente. Cada vez mais, é necessário aprender a preservar a água que é fundamental à nossa sobrevivência e dos ecossistemas.

Durante anos, devido à aparente abundância na natureza, tínhamos a ideia de que esse recurso nunca acabaria e sequer poderia estar ameaçado. Por isso, sempre utilizávamos à água de forma insustentável. Agora, precisamos aprender a ter novos hábitos, como tomar banhos mais rápidos, utilizar redutores de vazão para as torneiras, evitar lavar passeios e carros, entre outras ações conscientes.

No Brasil, temos 12% de toda a água doce do planeta, distribuída em 12 regiões hidrográficas. Porém, a distribuição é desigual em relação à densidade populacional. Cidades como São Paulo (SP) já sofrem com essa falta e só resta à população aprender a preservar, para não pagar altas taxas às companhias hídricas e esperar as chuvas para que os reservatórios voltem aos níveis normais.

Agora, precisamos aprender a preservar esse recurso que também é escasso, e mudar os nossos hábitos de desperdício.

Prêmio ArcelorMittal 2015



Diante deste contexto, o Prêmio ArcelorMittal de Meio Ambiente, que busca a conscientização ambiental de crianças e adolescentes das comunidades onde a empresa está presente, terá como tema “Beber, nadar e pescar: uma reflexão sobre a água na nossa vida”. Os estudantes serão estimulados a criar redações, desenhos e projetos coletivos sobre a necessidade da água para o planeta e para a urgência em preservá-la.

A temática do prêmio busca envolver estudantes e professores para debaterem e pensarem sobre a importância da água no cotidiano, refletir sobre os impactos gerados pela ação do homem, seus modos de utilização, as influências culturais e o engajamento social para a sua conservação.

Os trabalhos que melhor expressarem a consciência ambiental serão reconhecidos em nível local e nacional com prêmios em dinheiro. Na região da ArcelorMittal Monlevade participam as escolas públicas e particulares de João Monlevade, Bela Vista de Minas, Nova Era e Rio Piracicaba.

Cartilha em São Gonçalo



Em São Gonçalo do Rio Abaixo, a Prefeitura trabalha questões de consciência e distribui cartilha para a população. Cerca de 3 mil estudantes, das escolas municipais e estaduais da cidade também vão desenvolver projetos educacionais, através das secretarias de Educação e Meio Ambiente.

O Núcleo Ambiental José Antônio Simas, da Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Piracicaba (Amepi), também prepara atividades relativas à preservação da água, a serem realizadas com estudantes que visitarem o centro.
LEIA TAMBÉM
 
Publicidade
31 3851-1791
Av. Rodrigues Alves, nº 78, República
João Monlevade/MG
NOTÍCIAS
OPINIÃO
OPINIÃO
SOCIAIS