Variedades
10 de julho de 2015

Esporte aliado à educação

Valores adquiridos com as atividades físicas promovem disciplina
e ajudam a superar limites



“Esporte e educação são duas potentes ferramentas de inclusão social e desenvolvimento humano. Os valores que aprendemos a desenvolver com a prática esportiva é uma boa ferramenta para mostrar aos alunos, o quão importante é ter disciplina, foco, determinação, resiliência e atitude”, assim, Talles Medeiros, 35 anos, professor da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) em João Monlevade e atleta de Duathlon defende que as duas atividades, quando aliadas, são poderosos valores para a vida escolar e profissional.
Bacharel em Ciência da Computação, mestre em Engenharia Elétrica, doutorando em Engenharia Elétrica, Talles Medeiros conta que dá aulas desde agosto de 2004, mesmo ano em que participou da primeira corrida. “Comecei realmente a treinar com orientação profissional em janeiro de 2006. Treino em torno de 14 horas por semana e busco distribuir meus horários para que uma atividade não prejudique a outra”, explica.

O “atleta-professor” compete na especialidade Duathlon, que é uma variação do Triathlon, que envolve natação, ciclismo e corrida. Nesse esporte, o atleta começa correndo, pedala na sequência e corre novamente. Com a alta carga de treinos, Talles conta que sua família o ajuda em quase tudo no dia a dia. “Fico com a responsabilidade de estudar, lecionar, treinar e competir, mas isso eu tiro de letra. De acordo com os horários que não dou aula, distribuo minhas sessões de treino. Uma coisa é certa: não tenho folga”, afirma.
Em competições recentes ele já chegou ao pódio com boas colocações. Já foi vice-campeão Sul-Americano de Duathlon em 2012, na categoria Amador, vice-campeão de uma etapa do Campeonato Brasileiro de Duathlon em 2013, na categoria Elite, 4º lugar no Campeonato Mundial de Duathlon de 2014 e 3º Lugar no Campeonato Brasileiro de Duathlon em 2015. “Minha prova alvo do ano é o Mundial de Duathlon, em Adelaide, na Austrália, no dia 18 de outubro, mas até lá, estarei participando de outras provas para acompanhar o desenvolvimento do treinamento, uma vez que o mundial é conhecido por ter um alto nível técnico. Esta será minha sexta competição consecutiva e busco um lugar no pódio. Esse é meu objetivo”, destaca.

Mesmo com muitas competições e treinos constantes, Talles afirma que quer contribuir também como professor e espera que consiga promover a formação e o incentivo de novos talentos para a área de Computação em João Monlevade. “O profissional de computação é, atualmente, parte fundamental de qualquer setor. No âmbito da prática esportiva quero difundir a importância do esporte na vida do cidadão e espero que as minhas conquistas sirvam para motivar pessoas a levarem uma vida mais saudável”, aponta.