Você está em Notícia / VARIEDADES /
Variedades
6 de julho de 2015
Prefeitura desiste de Inverno Cultural

No entanto, mantém cavalgada e investe R$380 mil na festa



O Inverno Cultural, que seria promovido no mês de agosto pela Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) em parceria com a Prefeitura de João Monlevade, não contará mais com recursos da administração municipal. O evento seria uma extensão do Festival de Inverno, que é promovido desde 2004 pela Universidade em conjunto com as prefeituras de Ouro Preto e Mariana no mês de julho.
Em João Monlevade, seriam ofertadas ao público atividades artísticas como teatro, música, dança, oficinas, exposições, entre outras. Porém, segundo a Assessoria de Comunicação da Prefeitura, devido à crise econômica que vem afetando o município, foi definido entre o Executivo e a Fundação Casa de Cultura, um plano de contenção de gastos. “Este corte foi feito para adequar as receitas e despesas, a fim de cumprir com os compromissos legais que não podem ser negligenciados e adiados, como pagamento de pessoal e despesas fixas de manutenção da máquina administrativa”, explicou a diretora presidente da Casa de Cultura, Claira Ferreira.

O pró-reitor adjunto de Extensão da Ufop, Rondon Marques, afirma que a conversa entre a Universidade e a Prefeitura teve inicio em fevereiro e visitas foram realizadas a Monlevade para elencar e mapear a cultura local. Segundo a universidade, o Inverno Cultural será realizado em Monlevade, porém, num formato menor, voltado para os estudantes, junto à Calourada, no Instituto de Ciências Exatas e Aplicadas (Icea), entre 13 e 16 de agosto, no período de início das aulas do segundo semestre de 2015. “Estamos contando com o apoio integral da direção, professores, técnicos e alunos da UFOP, além do suporte dos artistas da região que estão dis-ponibilizando seus trabalhos e conhecimento para as atividades culturais e artísticas”, apontou.
Para a diretora da Casa de Cultura, a intenção é executar o projeto no ano que vem, conforme já previamente conversado com a Universidade, dentro de um planejamento orçamentário e financeiro.
“Queremos adaptar o evento para um Outono Cultural, a fim de que possa ser integrado à programação de aniversário da cidade, comemorado em 29 de abril. Aguardamos um retorno da Pró-reitoria de Extensão acerca desta possibilidade, o que ainda não ocorreu devido a problemas internos enfrentados pela Instituição”, afirmou Claira Ferreira.

Cavalgada



Mesmo com o corte de verbas anunciado pela administração pública e a não realização do Inverno Cultural, justificado pela contenção orçamentária, a Prefeitura vai investir R$380 mil para a realização da 27ª Cavalgada, que acontecerá de 20 a 23 de agosto. “O evento é bastante tradicional em João Monlevade e região e a data já era prevista no calendário regional de eventos agropecuários”, apontou Claira. Um edital para a licitação de uma empresa a realizar a cavalgada já foi publicado pela Prefeitura. A produtora ganhadora deve apresentar duas atrações gratuitas, entre elas, Alan e Alex, Antônio Carlos e Renato, César Menotti e Fabiano, Chico Rey e Paraná, Clayton e Romário, Felipe e Nand, Rio Negro e Solimões, Rick e Ricardo, Teodoro e Sampaio e Victor e Fabiano.

Já para os shows pagos os nomes cotados são: Bruno e Marrone, Chitão-zinho e Xororó, Eduardo Costa, Fernando e Sorocaba, Gusttavo Lima, Henrique e Diego, Henrique e Juliano, Jads e Jadson, Jorge e Mateus, Leonardo, Luan Santana e Munhoz e Mariano.Também estão previstos rodeios e shows pirotécnicos. O resultado da licitação deve ser anunciado no dia 13 de julho, às 14h, na Casa de Cultura.
LEIA TAMBÉM
 
Publicidade
Publicidade
31 3851-1791
Av. Rodrigues Alves, nº 78, República
João Monlevade/MG
NOTÍCIAS
OPINIÃO
OPINIÃO
SOCIAIS