Você está em Notícia / VARIEDADES /
Variedades
19 de junho de 2015
A tradição continua

Em João Monlevade, ainda são realizadas festas juninas



A Festa Junina tem suas origens na cultura europeia da época da Idade Média. Foi trazida ao Brasil pelos colonizadores portugueses, mas sofreu várias adaptações, devido a uma grande influência de elementos culturais chineses, espanhóis e franceses que foram misturando-se aos aspectos culturais dos brasileiros, além de agregar as características dos povos indígenas e africanos. Os festejos têm aproximação com a igreja católica, ao homenagear os santos Antônio, Pedro e João, cujos dias são 13, 24 e 29 de junho, respectivamente.
No Brasil, a Festa Junina ou arraiá é o segundo maior evento popular, ficando atrás apenas do Carnaval. Em João Monlevade, a tradicional comemoração marcou época. Quem não se recorda das festas do Sesi, a Junisesi, no Embaúbas, o Forró no Mato, além do Arraiá da Acemê, na Associação Cristã de Moços (ACM)?

Atualmente, o Real Esporte Clube, em parceria com a Associação Monlevadense de Ensino Cooperativo (AMEC) é um dos únicos clubes que ainda realiza a festa junina, que recebe o nome de “Forró Chapéu de Palha”. Neste ano, a XXVII edição do evento foi realizada no último dia 6 de junho.

A república estudantil Granja realiza a sua VIII Festa Junina no dia 27 de junho e contará com a participação da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, que será representada pela Associação Cultural Marujos de João Monlevade. Eles serão responsáveis pelas comidas típicas, como caldos, pipoca, churrasquinhos, canjica, polenta e pastel. Além disso, os participantes são convidados a ir ao evento com trajes típicos e a dançarem quadrilha, mantendo firme a tradição.
A Paróquia São José Operário, um dos símbolos do município, também vai realizar a festividade, mas somente no dia 8 de agosto. A Paróquia Nossa Senhora de Fátima, no Vila Tanque, também promoveu uma festa junina na semana passada.

Decoração



Segunda a funcionária da loja Festas Práticas, Iraize Cristina, os artigos de decoração como forros, toalhas de mesa, chapéu de palha, bandeirolas, fogueira artificial, cestos de flores, estandartes de santos, barracas de vendas e utensílios para mesa de comida mineira já estão quase todos alugados para os próximos finais de semana, até o mês de agosto. “Realizamos a locação dos utensílios e a montagem da ornamentação dos locais das festas. Estamos vendo que as famílias estão realizando mais as festividades em suas residências”, destaca.

Trajes



E para entrar no clima das festas juninas, além das comidas e bebidas típicas e das músicas tradicionais, os festeiros podem se vestir com trajes alugados ou customizados com chitas, laços e fitas no cabelo, flores, camisas xadrez, botas, chapéu, entre outros.

Para deixar o look completo, as meninas podem prender os cabelos em rabos de cavalo, “Maria Chiquinha”, tranças com fitas e laços. Além disso, a maquiagem pode ser com bochecha rosada, pintinhas no rosto feitas com lápis, rímel nos cílios, batom rosa ou vermelho, que ajudam a deixar as “caipiras” ainda mais bonitas. Para os homens, recomenda-se paletó e calça com remendo, suspensório e chapéu. Os que não têm barba podem usar um lápis de olho para dar o efeito.
LEIA TAMBÉM
 
Publicidade
31 3851-1791
Av. Rodrigues Alves, nº 78, República
João Monlevade/MG
NOTÍCIAS
OPINIÃO
OPINIÃO
SOCIAIS